Tropas afegãs devem ser treinadas entre 5 e 10 anos, diz Karzai

Declaração foi transmitida por rádio britânica; conferência sobre o Afeganistão ocorre nesta quinta

Efe,

28 de janeiro de 2010 | 07h45

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, disse que seu país vai precisar de apoio internacional durante muitos anos, mas acredita que "entre cinco e dez" sejam suficientes para treinar e equipar as forças de segurança do país.

 

"No que diz respeito ao treino e equipamento das forças de segurança afegãs, de cinco a dez anos serão suficientes", disse Karzai em declarações ao programa "Today", da Rádio 4 britânica, transmitido nesta quinta-feira, 28.

 

VEJA TAMBÉM:
Especial: 30 anos de violência e caos no Afeganistão

"Se as forças forem mantidas até que o Afeganistão esteja em condições financeiras, o tempo terá que ser ampliado de dez a quinze anos", afirmou o presidente afegão, que participa em Londres da conferência internacional sobre seu país também nesta quinta.

 

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, que falou à mesma emissora, destacou a importância de o Afeganistão assumir a responsabilidade por sua segurança.

 

"Nossa estratégia é ajudar a população afegã a ser suficientemente forte para que sua segurança seja sua responsabilidade, e não responsabilidade de 43 países", acrescentou Brown.

 

Representantes de aproximadamente setenta países se reúnem hoje, em Londres, para discutir o futuro do Afeganistão, principalmente uma estratégia que permita a entrega da segurança aos afegãos e, por consequência, a futura retirada das tropas estrangeiras.

 

Sob a Presidência de Brown, Karzai e do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, a Conferência de Londres procura, além disso, facilitar uma plataforma internacional ao novo governo afegão, que teve origem em eleições em agosto do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
KarzaiAfeganistãoconferência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.