Tropas afegãs e da Otan matam 17 insurgentes no país

Tropas afegãs e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) mataram 17 insurgentes na província de Helmand, no sul do país, numa troca de tiros que durou 12 horas, informou uma autoridade afegã neste domingo. As tropas afegãs e da Otan começaram a atacar em julho o reduto dos insurgentes, no sul do Afeganistão. Os militares conseguiram estabelecer algumas áreas de segurança na região, porém os ataques se intensificaram em outras áreas do país.

AE, Agência Estado

31 de outubro de 2010 | 13h02

Também neste domingo, militantes atacaram um comboio que transportava suprimentos para a polícia, o Ministério da Educação e o Programa Mundial de Alimentos da Organização das Nações Unidas (ONU), na província ocidental de Nimroz, segundo o chefe da polícia local, general Abdul Jabar Pardeli. Seis militantes foram mortos e um policial ficou ferido na troca de tiros, que durou mais de duas horas.

A Otan informou também que um ataque aéreo na quinta-feira matou um líder Taleban e outro militante na província de Zabul, no sul do país. Segundo a Otan, o ataque ocorreu enquanto o líder Taleban mostrava para seus soldados uma metralhadora antiaérea que estava montada na parte de trás de seu veículo. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoOtaninsurgentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.