Tropas anglo-americanas travam batalha mais sangrenta da guerra

As tropas da coalizão anglo-americana travaram nesta terça-feira a batalha mais sangrenta daguerra até agora em seu avanço na direção de Bagdá.De acordo com um oficial americano, o major Kenneth Preston, entre 300 e 500 iraquianos morreram quando as tropas da 3ª Divisão deInfantaria marchavam entre Narjaf e Kerbala ? onde tomaria posições para combater a Divisão Medina, no mais externo dos círculos armados montados pela Guarda Republicana ? corpo deelite das forças do Iraque ? para defender a capital.As fontes americanas não informaram sobre baixas entre os soldados da coalizão, mas admitiram a perda de "alguns veículos de combate". De acordo com Preston, a batalha começou quando umgrupo de iraquianos atacou com morteiros uma coluna da aliança. Não ficou claro se os combatentes pertenciam às forças regularesdo Exército, à Guarda Republicana ou à milícia Fedayin. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.