Reuters
Reuters

Tropas apoiadas por blindados entram em distrito de Damasco

Ação quer expulsar rebeldes que se instalaram próximo a importantes prédios governamentais

Reuters,

16 de julho de 2012 | 09h57

AMÃ - Tropas sírias apoiadas por veículos blindados entraram nesta segunda-feira, 16, no distrito de Midan, região central de Damasco, para expulsar rebeldes que se instalaram próximo a importantes prédios governamentais, disseram ativistas.

Veja também:

linkPresidente do Comitê Olímpico da Líbia é sequestrado na capital Trípoli

linkCruz Vermelha oficializa conflito na Síria como 'guerra civil'

forum CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

No maior envio de blindados em Damasco nos 17 meses de revolta contra o presidente sírio, Bashar al-Assad, veículos de infantaria assumiram posições em pontos-chave de Midan, um bairro sunita estratégico, enquanto rebeldes se retiravam e combates esporádicos eram relatados.

"Os rebeldes estão tentando manter o Exército do lado de fora do bairro de Al-Jadeeda. Há combates lá e sons de bombardeio e granadas lançadas por foguetes estão ecoando de lá", disse Radeef, um ativista da oposição, disse por telefone em Midan. "Veículos blindados foram enviados para o resto de Midan e muitos atiradores de elite tomaram posições em telhados."

Outro ativista disse que residentes do bairro permaneciam dentro de casa e o único movimento visto era do Exército, de seus blindados e dos rebeldes no distrito, que foi reconstruído após ser alvo de disparos de artilharia durante uma rebelião contra a ocupação francesa no país na década de 1920.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos e outras fontes da oposição disseram que os moradores de Nahr Aisheb, um bairro sunita pobre ao sul de Midan, bloquearam a principal rodovia que liga Damasco a Amã com pedras e pneus em chamas para tentar aliviar a pressão sobre Midan.

O conflito sírio tem ficado crescentemente mais sectário em sua natureza, com os rebeldes, principalmente da maioria sunita, confrontando forças governamentais lideradas pela facção minoritária de Assad, os alauítas, uma ramificação xiita.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.