Tropas britânicas no Chipre terão compensação

O Tesouro do Reino Unido informou neste domingo que o governo irá compensar as tropas britânicas que perderem dinheiro com a taxação imposta para o resgate financeiro ao Chipre. Ao redor de 3.500 militares estão baseados no Chipre.

Agência Estado

17 de março de 2013 | 11h53

"Qualquer um que esteja no Chipre a serviço do país será protegido", disse o ministro de Finanças, George Osborne. Mas os cerca de 59 mil britânicos residentes em Chipre, mas que não trabalham na área militar, poderão ter prejuízos.

Entre as exigências feitas pela União Europeia e Fundo Monetário Internacional (FMI) para liberação do resgate financeiro de 10 bilhões de euros (US$ 13 bilhões) está a taxação de contas com mais de 100 mil euros em 9,9%, enquanto os valores abaixo disso pagarão 6,75%. O anúncio fez com que correntistas com dinheiro em bancos do Chipre corressem para máquinas de saque automático para retirar dinheiro de suas contas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
George OsborneFMItaxação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.