Tropas da coalizão matam 3 supostos insurgentes em Bagdá

Tropas da coalizão liderada pelos Estados Unidos mataram neste sábado três supostos insurgentes, entre eles uma mulher, em uma operação na região de Al Ameriya, ao oeste de Bagdá. Os rebeldes morreram quando um helicóptero americano bombardeou a casa em que se escondiam, depois que se recusaram a se entregar e abriram fogo contra os militares, diz uma nota oficial. As forças da coalizão chegaram ao local após receberem informações de que na casa se escondiam guerrilheiros que acolhiam "combatentes estrangeiros" da resistência iraquiana. Outros três rebeldes que conseguiram fugir foram detidos em uma casa próxima, conclui o comunicado. A operação coincide com a morte de outros três rebeldes em um confronto com soldados iraquianos na localidade de Al Doluiya, a cerca de 90 quilômetros ao norte de Bagdá. Novos atentados Duas outras pessoas morreram neste sábado em um atentado registrado na cidade de Mossul, cerca de 420 quilômetros ao norte da capital. Segundo Hamid al Yaboury, porta-voz da polícia local, duas mulheres morreram na explosão de uma bomba perto do bairro de Al Yarmuk, na zona oeste de Mossul, capital da província de Nínive. Na mesma cidade, soldados iraquianos atiraram contra um homem suspeito de pertencer à resistência, na operação em que outros cinco foram detidos. Além disso, a explosão de várias bombas junto a uma casa na região de Al Allawi, no centro de Bagdá, deixou cinco feridos.

Agencia Estado,

01 Abril 2006 | 15h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.