Tropas da coalizão matam 30 militantes talebans no Afeganistão

No dia em que o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, chegou em visita surpresa ao Afeganistão, forças afegãs e tropas da coalizão mataram um número estimado de 30 extremistas, supostamente talebans, nesta terça-feira quando investigavam um militante, revelaram fontes militares.O ataque aconteceu na vila de Sangin, província de Hlmand, onde mais de 3 mil soldados liderados por tropas britânicas fazem o controle de segurança na região em substituição às tropas americanas.VisitaDonald Rumsfeld chegou nesta terça-feira à capital do Afeganistão numa visita-surpresa com o objetivo de reforçar os laços estratégicos com o governo afegão.Rumsfeld vai se reunir com o presidente Hamid Karza. Entre outros assuntos, eles vão discutir o aumento da violência nos últimos meses no sul do país, onde morreram centenas de pessoas, em sua maioria supostos insurgentes talebans.Rumsfeld chegou a Cabul vindo do vizinho Tadjiquistão, onde pediu à Rússia e à União Européia que dediquem mais esforços à luta contra o tráfico de drogas procedentes do Afeganistão. Ele afirmou que a atividade financia a insurgência taleban e os seus ataques.O secretário do Pentágono vai debater também os planos de ampliação da Otan no sul do Afeganistão. As tropas da entidade deverão substituir as tropas da coalizão militar liderada pelos Estados Unidos.Atualmente, mais de 11 mil soldados canadenses, britânicos e americanos, com o apoio de forças afegãs, atuam nas províncias do sul do Afeganistão, enfrentando os redutos talebans.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.