Tropas da coalizão matam suposto líder da Al Qaeda

As tropas da coalizão mataram neste sábado um suposto líder da Al Qaeda no Iraque e detiveram outros sete durante uma operação em Ramadi, capital da conflituosa província de Al-Anbar (oeste), segundo um comunicado do comando militar.A nota explica que o suposto terrorista morto era um importante dirigente da Al Qaeda em Ramadi, que se encarregava de providenciar o transporte de explosivos e que tinha participado de várias operações contra as forças iraquianas e da coalizão.Segundo os serviços secretos, o terrorista era responsável por coordenar o acesso às armas e financiar combatentes "estrangeiros", além de cuidar da produção e distribuição de propaganda da Al Qaeda no Iraque, acrescenta o texto.As forças da coalizão asseguram que a morte do suposto terrorista reduz a capacidade operacional da rede da Al Qaeda no Iraque.Em comunicados separados, o Exército americano anunciou hoje que matou quatro insurgentes e deteve outros 15 em diferentes operações realizadas nos últimos dois dias em Bagdá, Al-Miqdadiya e Al-Taji, ao norte da capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.