Tropas de Assad matam 7 em meio a deserções

Tropas do presidente sírio, Bashar Assad, cercaram ontem a cidade de Rastan, ao norte de Homs, e usaram armamento pesado, pouco após a deserção de dezenas de militares da região, segundo ativistas. Uma pessoa morreu e cinco ficaram feridas. Na Província de Idlib, outras seis pessoas foram mortas, entre elas Mustafá Selim Hezbollah, ex-oficial da Força Aérea que coordenava deserções.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.