AFP PHOTO / BULENT KILIC
AFP PHOTO / BULENT KILIC

Tropas de Assad tomam último reduto do Estado Islâmico na Síria

Após ter recuado na província de Deir Es Zor diante da ofensiva do governo e de outra executada por uma coalizão curdo-árabe, os extremistas se entrincheiraram em Abul Kamal, perto da fronteira com o Iraque

O Estado de S.Paulo

09 Novembro 2017 | 11h54

DAMASCO - O Exército da Síria anunciou nesta quinta-feira, 9,  ter retomado o controle total de Abul Kamal, a última cidade ainda nas mãos do grupo Estado Islâmico (EI) no país. "As unidades das nossas Forças Armadas, em cooperação com as forças aliadas, libertaram a cidade de Bukamal", afirmou o Exército em um comunicado. Na véspera, as tropas sírias e seus aliados conseguiram entrar nessa cidade localizada no leste do país.

+Helio Gurovitz: A sobrevida nefasta do Estado Islâmico

Após ter recuado na província de Deir Es Zor diante da ofensiva do governo e de outra executada por uma coalizão curdo-árabe, os extremistas se entrincheiraram em Abul Kamal, perto da fronteira com o Iraque.

No começo de novembro, o EI perdeu a cidade de Deir Es Zor, capital da província homônima e última grande cidade sob seu controle na Síria e no Iraque. Foi recuperada por Damasco com o apoio crucial de seus aliados russo, iraniano e do Hezbollah libanês.

Apesar de Bukamal ser uma cidade menor do que Deir Es Zor, sua retomada priva o EI da última região urbana de seu "califado", autoproclamado em 2014 nos amplos territórios conquistados entre Iraque e Síria - e que agora desaparece.

Apoiadas nas últimas semanas por bombardeios intensos da aviação militar russa, as tropas do governo sírio de Bashar al-Assad avançaram para Abul Kamal do sul e do oeste.

"A libertação de Abul Kamal é de uma grande importância, porque representa o fim do projeto do grupo terrorista EI na região", ressaltou o Exército. / AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.