Tropas de Israel podem deixar o Líbano até quinta-feira

O chefe das Forças Armadas de Israel, general Dan Halutz, disse nesta terça-feira no Parlamento, que se não houver problemas, as últimas tropas em serviço no Líbano se retirarão até quinta-feira, informaram fontes parlamentares.A retirada deve ocorrer antes do início das celebrações do ano novo hebraico 5.767 em Israel, disse o militar durante a apresentação do relatório mensal que será entregue à Comissão Parlamentar para Assuntos de Segurança e do Exterior, segundo fontes desse organismo.Halutz disse aos legisladores que o Hezbollah, milícia libanesa, está cumprindo o cessar-fogo, segundo a resolução 1701 do Conselho de Segurança da ONU, que entrou em vigor em 14 de agosto.A uma pergunta de um legislador, Halutz respondeu que, até onde as autoridades militares sabem, também não houve contrabando de armas para a milícia xiita libanesa. A resolução da ONU, entre outras exigências, impôs um embargo de armas ao Hezbollah e outras milícias que operam no território libanês.

Agencia Estado,

19 de setembro de 2006 | 11h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.