Tropas de Ruanda invadem o Congo, diz diplomata

Milhares de soldados de Ruanda cruzaram a fronteira e estão nas colinas do leste do Congo, disse um diplomata ocidental, fazendo um relato confirmado por guardas florestais e líderes locais da região fronteiriça. Ruanda se recusa a negar ou confirmar oficialmente a invasão, que reacende os temores de uma reativação da devastadora guerra de 1998 a 2002. A missão das Nações Unidas no Congo diz que observadores em helicópteros e outras patrulhas não encontraram sinal de tropas invasoras, mas o alerta vem dias depois de o governo de Ruanda ter avisado que passaria a caçar rebeldes ruandeses refugiados no Congo, acusando a missão de paz da ONU de falhar no desarmamento da guerrilha. Na capital do Congo, Kinshasa, o diplomata ocidental - pedindo para não ser identificado - disse que "é certeza" que milhares de soldados ruandeses entraram no território congolês ao norte da cidade de Goma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.