Tropas do Exército de Israel saem do território libanês

O Exército israelense anunciou que seretirou do Líbano, com exceção de uma pequena aldeia na fronteira, onde permanece um reduzidoo contingente. Fontes militares confirmaram que Israel retirou todas as tropas que estavam no território libanês e que se encontravam no país árabe desde 12 de julho, quando eclodiu o conflito de 34 dias contra a milícia do Hezbollah. A retirada das tropas aconteceu por causa da resolução 1.701 do Conselho de Segurança da ONU. A resolução estipula que 15 mil soldados libaneses, com a cooperação de 15 mil da Força de Interposição da ONU (Finul), garantirão a soberania do governo central de Beirute ao sul dorio Litani, território que era controlado pela milícia do Hezbollah antes do conflito. O Exército israelense confirmou que um pequeno contingente ainda se encontra na parte libanesa da cidade dividida de Ghajar, onde não há separação fronteiriça para não dividir a população local. Segundo o jornal israelense "Ha´aretz", nos últimos dias permaneciam no Líbano várias dezenas de soldados em posições nos setores central e oriental da fronteira. A retirada foi precedida no último mês pelo posicionamento de uma força internacional, assim como por efetivos do Exército regular libanês. A rádio pública israelense informou que um oficial da Finul servirá como ligação com o comando do norte de Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.