Tropas dos EUA revistam casas no Iraque

Conduzidos por informantes, soldados americanos vasculharam as casas de iraquianos suspeitos pelas emboscadas que vêm vitimando as tropas de ocupação. Os americanos tiraram famílias da cama e escavaram jardins. As invasões-relâmpago ocorreram como parte de uma busca por armas pesadas e remanescentes do regime de Saddam Hussein.Pelo menos 59 iraquianos foram detidos. A maioria deles, removida de suas casas com olhos vendados e algemas. As forças americanas não anunciaram nenhuma grande descoberta de armas. A despeito da campanha americana para debilitar a resistência no interior sunita do Iraque, onde era grande a simpatia por Saddam Hussein, os ataques contra as forças de ocupação persistem.Rebeldes emboscaram dois comboios americanos, ferindo dez soldados, informam os militares. Os dois ataques, perpetrados com granadas propelidas a foguete, reforçam a impressão de que combatentes leais a Saddam vêm se reorganizando. Moradores das casas revistadas pelos americanos nos últimos dois dias avisaram que operações desse tipo só aumentam a hostilidade frente à ocupação e a probabilidade de novas emboscadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.