Tropas e guerrilha se enfrentam em Bagdá

As forças iraquianas, com o apoio de tropas e helicópteros dos EUA, reprimiram um ataque de grupos rebeldes numa rua central de Bagdá. Quatro iraquianos morreram e 20 ficaram feridos, segundo o Ministério da Saúde, que não divulgou a identidade das vítimas. Blindados americanos se dirigiram para as imediações da Rua Haifa e dispararam contra edifícios onde os homens armados se entrincheiraram.Em outra área central de Bagdá, os insurgentes dispararam granadas de morteiro perto da sede do partido político do primeiro-ministro Iyad Allawi, o Acordo Nacional Iraquiano, causando ferimentos em seis pessoas, segundo um balanço oficial. Os projéteis também atingiram uma casa usada por Allawi, que não estava no local. Esta é a segunda vez que instalações do partido do primeiro-ministro interino sofrem ataque.A polícia iraquiana informou ter evitado um atentado com carro-bomba, também na capital. Agentes disseram ter localizado um veículo com 750 quilos de explosivos estacionado perto de uma mesquita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.