Tropas filipinas resgatam refém americano

Uma unidade especial do Exército filipino resgatou ontem o norte-americano Jeffrey Schilling Craig, de 25 anos, que havia sido seqüestrado no ano passado por rebeldes separatistas muçulmanos do grupo Abu Sayyaf na Ilha de Jolo, no sul das Filipinas. Jeffrey foi libertado depois de cerca de meia hora de troca de tiros entre os soldados e rebeldes na localidade de Luuk (em Jolo), 960 quilômetros ao sul da Manila. "Ele está em boas condições", disse o chefe das Forças Armadas, general Diomedio Villanueva. Transportado para a capital, Craig foi recebido pela presidente Gloria Macapagal Arroyo.Cidadão norte-americano convertido ao islamismo, Jeffrey Schilling foi seqüestrado no dia 28 de agosto, durante uma visita a ilha de Jolo. Na mesma ocasião, o grupo rebelde promoveu o seqüestro de 21 pessoas em um balneário turístico no sul das Filipinas. Com exceção de Jeffrey Schilling e do filipino Roland Ullah, todos os reféns foram libertados entre agosto e setembro, depois que o governo filipino decidiu pagar um resgate de US$ 17,5 milhões. Entre os seqüestrados estavam turistas alemães, franceses, finlandeses e sul-africanos. Um dos grupos rebeldes mais violentos das Filipinas, o Abu Sayyaf luta por Estado Islâmico independente na região de Mindanao, no sul do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.