Tropas francesas tomam controle de aeroporto no Mali

Forças lideradas pela França tomaram o controle do aeroporto da cidade de Gao, que está dominada pelos islamitas e fica a 1,2 mil quilômetros da capital do Mali, Bamako. "Forças de segurança do Mali e da França conseguiram o controle do aeroporto e da ponte Wanbary. Os dois pontos estratégicos estão sob controle", afirmou uma fonte do exército.

AE, Agência Estado

26 de janeiro de 2013 | 11h57

As tropas dos dois países estão seguindo em direção ao norte enquanto chefes de defesa africanos estão reunidos na Costa do Marfim, neste sábado, para analisar planos para ajudar o Mali com uma intervenção regional. A reunião emergencial em Abidjã vai avaliar como colocar soldados africanos em solo o mais rapidamente possível.

Apesar de a Comunidade Econômica dos Estados do Oeste da África ter prometido mais de 4,5 mil soldados para ajudar o governo do Mali a retomar a região norte, ocupada pelos islamitas, o envio das tropas foi adiado por problemas financeiros e de logística.

Em abril do ano passado, as cidades de Gao, Timbuktu e Kidal foram tomadas por uma aliança dos rebeldes Tuareg, que queriam declarar a independência do norte, e grupos islamitas radicais. Rapidamente os islamitas puseram os Tuaregs de lado para poderem implementar sua agenda islâmica e impuseram uma rígida interpretação da lei islâmica, executando transgressores, proibindo música e televisão e forçando mulheres a usarem véus.

A França começou a fornecer ajuda ao fraco exército do Mali em 11 de janeiro, enquanto os islamitas tentavam seguir para o sul do país, em direção à capital Bamako. Ataques aéreos franceses sobre Gao e Timbuktu forçaram os radicais a fugir para o deserto. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
MaliFrançarebeldes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.