Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Tropas israelenses invadem dois hospitais palestinos

Comandos israelenses mascarados invadiram dois hospitais palestinos e prenderam dois supostos militantes - um deles em condição crítica - numa ação que, o Exército do Estado judeu diz, vai se repetir em outros hospitais onde possam estar suspeitos de terrorismo. As tropas entraram nas clínicas de Nablus antes do amanhecer de hoje, retiraram um militante de seu leito e encontraram o segundo escondido num porão, segundo o Exército. Grupos de direitos humanos e palestinos condenaram a ação, temendo que os hospitais deixem de ser território neutro no atual conflito, e lembrando que a lei internacional proíbe operações militares em instalações médicas. O Exército israelense respondeu que a lei internacional impede que militantes busquem refúgio em um hospital. Com as de hoje, Israel já promoveu quatro invasões de hospitais nos últimos dois meses em territórios palestinos. Na noite de hoje, cerca de 4.000 integrantes do grupo Paz Agora promoveram um protesto na frente da casa do primeiro-ministro Ariel Sharon em Jerusalém. Eles gritavam "Sharon, Vá embora" e carregavam tochas. Num cartaz se lia: "Sharon: o Exterminador de Israel".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.