Tropas israelenses matam militante palestino em Gaza

Um militante palestino foi morto hoje em um confronto com tropas israelenses. Em comunicado, o grupo militante Jihad Islâmica afirmou que um de seus membros foi morto em combate durante a noite, por um ataque aéreo de Israel. Os militares israelenses informaram que dispararam contra um militante armado que tentava cruzar a fronteira de Israel. O ataque fez um cinto com explosivos do suspeito ser detonado, segundo a versão israelense.Israel também atacou hoje dois alvos na Faixa de Gaza, enquanto mediadores tentam forjar um cessar-fogo de longo prazo um dia antes das eleições nacionais do país. Os militares afirmaram que tratava-se de uma retaliação por causa do lançamento, ontem, de foguetes contra o território israelense. Não foram registrados feridos.O ministro de Relações Exteriores da Autoridade Palestina (AP), Riad Malki, disse que o partido palestino Hamas tenta influenciar as eleições israelenses, ao manter o lançamento de foguetes. Para Malki, o Hamas, que controla a Faixa de Gaza, não quer um governo favorável a um acordo de paz com os palestinos. A AP controla a Cisjordânia. Caso haja um acordo, ele deve ocorrer entre os israelenses e a AP, do presidente Mahmoud Abbas.O Hamas pressiona pela abertura das fronteiras da Faixa de Gaza, após uma ofensiva militar israelense de 22 dias no território deixar cerca de 1.300 mortos. Israel declarou um cessar-fogo unilateral em 18 de janeiro e o Hamas também decretou uma trégua no mesmo dia. Porém, as negociações por um cessar-fogo duradouro na área continuam. Uma delegação do Hamas está hoje em Damasco, na Síria, para consultas com líderes do partido exilados na cidade. A delegação deve seguir para o Cairo, para as conversas de paz indiretas mediadas pelo Egito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.