Tropas israelenses matam palestino de 18 anos na Cisjordânia

Tropas israelenses mataram nesta terça-feiraum palestino de 18 anos e feriram um suposto militante duranteum tiroteio em um cybercafé na Cisjordânia. Dois policiaisisraelenses ficaram feridos. Também hoje, um beduíno de 75 anos foi morto por soldadosisraelenses em uma área próxima ao assentamento judeu deNetzarim, na Faixa de Gaza, informaram fontes palestinas. Avítima vivia a cerca de 500 metros da colônia e regressava à suacasa quando foi morta a tiros. Os militares israelenses nãocomentaram o fato. O incidente no cybercafé começou quando policiaisfronteiriços israelenses cercaram o local em busca do fugitivo.O cybercafé fica na cidade de Jenin, na Cisjordânia. De acordo com fontes palestinas, o homem buscado, que estavano café, disparou contra os soldados e feriu dois deles, aomesmo tempo em que outras pessoas jogavam pedras e outrosobjetos. O fugitivo foi ferido e detido. O Exército informou quematou um palestino de 18 anos, acusado de ter lançado uma bombaincendiária contra as tropas. Segundo os militares israelenses, sete palestino procuradosforam detidos durante a operação. Ontem, Israel intensificou sua ofensiva contra o Hamas com adetenção de um líder político deste grupo islâmico armadodurante uma operação em um acampamento de refugiados em Gaza, naqual oito palestinos morreram. "Israel pagará um preço elevado por seus crimes", advertiuo porta-voz do Hamas, Abdel Aziz Rantisi.Grandes Acontecimentos InternacionaisESPECIAL ORIENTE MÉDIO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.