Tropas israelenses matam um palestino em incursão na Cisjordânia

Porta-voz dos militares de Israel afirmou que jovem levou um tiro quando tentava lançar um explosivo contra os soldados

O Estado de S. Paulo

10 de setembro de 2014 | 11h12

RAMALLAH, CISJORDÂNIA - Tropas israelenses mataram um palestino nesta quarta-feira, 10, durante uma incursão em um campo de refugiados na Cisjordânia, disseram médicos palestinos e militares israelenses.

Os soldados, em missão para deter um militante do Hamas, foram confrontados por cerca de 50 palestinos lançando pedras, bombas incendiárias e pneus em chamas contra eles, segundo uma porta-voz dos militares israelenses. Israel e o Hamas, grupo islamista que controla a Faixa de Gaza, enfrentaram-se em um conflito de sete semanas entre julho e agosto.

Os médicos palestinos disseram que o jovem morto, de 22 anos, chamava-se Issa al Qitri e recebeu um tiro no coração no campo de al-Amari, perto da cidade de Ramallah.

A porta-voz dos militares israelenses disse que Qitri foi alvejado enquanto tentava lançar um explosivo contra os soldados.

Os palestinos querem que a Cisjordânia, a Faixa de Gaza e Jerusalém Oriental façam parte de um Estado próprio no futuro. As negociações de paz com Israel, que capturou esses territórios em 1967, foram interrompidas em abril. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.