Tropas queimam outra cidade síria

Tropas do regime sírio e milícias invadiram e atearam fogo em uma cidade no sul do país neste sábado, segundo relatos, enquanto observadores da ONU visitavam a cidade central de Tremseh, onde ocorreu um assassinato em massa.

AGÊNCIA ESTADO, Agência Estado

14 de julho de 2012 | 17h27

Centenas de soldados protegidos por um helicópteros atacaram Khirbet Ghazaleh, na província de Daraa, sob fogo pesado, citou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Um ativista que se identificou como Bayan Ahmad afirmou que milícias estavam incendiando residências. "O exército entrou sem resistência, com o exército rebelde deixando a cidade. Há dezenas de feridos, mas não temos recursos médicos para fazer o tratamento", acrescentou.

Uma mulher grávida estava entre 72 pessoas mortas no país neste sábado, disse o observatório. O número engloba 34 civis - sendo nove mulheres e sete crianças -, 17 rebeldes e pelo menos 21 soldados.

Um jornalista da AFP disse que os combates, neste sábado, perto da fronteira turca, entre as tropas do governo e os rebeldes deixaram pelo menos 10 rebeldes mortos e 15 feridos. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Síriaguerramassacre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.