Tropas russas deixam zona-tampão na Geórgia

O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, afirmou que as tropas russas concluirão ainda hoje a retirada da Geórgia. "Eu gostaria de informar a vocês que até a meia-noite de hoje, a retirada das tropas russas estará completa", afirmou Medvedev durante uma conferência sobre política internacional, na cidade dos Alpes franceses de Evian. Horas depois, foi anunciado o fim da retirada russa da região.A Rússia vinha ocupando posições em uma zona-tampão em torno das províncias separatistas da Ossétia do Sul e da Abkházia. Sob um acordo mediado pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy, também presidente de turno da União Européia, Moscou tem até sexta-feira para retornar a posições ocupadas antes da breve guerra em agosto com Tbilisi, dentro da área das províncias.Medvedev pediu também que os 200 observadores da UE enviados para a área "evitem qualquer provocação do regime de Tbilisi".O presidente russo agradeceu ainda o "papel construtivo" do bloco europeu para a resolução do conflito. Ainda criticou veladamente os Estados Unidos, ao afirmar que outras forças do mundo estão "relutantes ou incapazes de fazer o mesmo".O presidente francês disse que a atitude russa abria caminho para um "ambicioso" acordo de parceria entre a Rússia e a União Européia. Segundo Sarkozy, esse eventual acordo seria ambicioso "tanto na abrangência quanto na intensidade da cooperação". As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.