Tropas sírias invadem reduto de rebeldes na provícnia de Homs

Forças de Assad atacam bastião insurgente na fronteira com o Líbano e matam pelo menos 30 pessoas

19 de maio de 2013 | 10h21

DAMASCO - Tropas sírias, com apoio de tanques e aviões, tomaram neste domingo, 19, a cidade de Quasyr, estratégico reduto rebelde perto da fronteira com o Líbano. As forças do governo tomaram controle da praça principal e do edifício do governo municipal.Com ataques aéreos e de artilharia, foram mortas pelo menos 30 pessoas. Ativistas afirmam que civis tiveram que se esconder nos porões e bunkers improvisados em suas casa. 

Veja também:
linkAssad acusa Ocidente de apoiar 'terroristas' rebeldes

Quasyr fica na província de Homs e é um dos bastiões dos insurgentes contra o governo de Assad. A cidade vinha sendo sitiada há semanas pelas tropas do regime de Bashar Assad e milícias armadas apoiadas pelo Hezbollah, grupo militante xiita libanês. O sítio é parte da ofensiva do regime para recuperar o controle de cidades e vilarejos ao longo da fronteira com o Líbano.

A fronteira tem duplo valor estratégico: liga Damasco com o enclave do litoral mediterrâneo que abriga a seita alauíta, à qual Assad pertence, e é por ela que os rebeldes contrabandeiam armas e suprimentos que mantêm a oposição ao regime, que há dois anos vive crise permeada pela violência.
 
O Observatório Sírio de Direitos Humanos, baseado na Grã-Bretanha, estima que 30 pessoas, incluindo 16 militantes rebeledes e uma mulher, foram mortos no conflitos em Quasayr neste domingo. A organização, no entanto, espera que esse número aumente, uma vez que as tropas do governo continuam a atacar e a tentar dominar a cidade. /AP
 

Tudo o que sabemos sobre:
invasãotropas síriasHoms

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.