Andres Kudacki/AP
Andres Kudacki/AP

Trote com alerta de bomba falso fecha estação em Madri

Homem é detido depois de ameaçar explodir trem na estação mais movimentada da capital espanhola, alvo de atentado em 2004

O Estado de S. Paulo

02 de janeiro de 2015 | 09h13

MADRI  - A estação de trem de Atocha, a principal de Madri e cena de um ataque a bomba em 2004 que matou quase 200 pessoas, foi esvaziada nesta sexta-feira depois de um alerta de bomba que se revelou falso.

Um homem em um trem ameaçou se explodir e um outro passageiro puxou o freio de emergência, disse uma porta-voz da polícia espanhola. A polícia disse que o homem não carregava nenhuma bomba.

Os serviços de trem foram temporariamente suspensos e seriam retomados em breve. O homem foi detido para interrogatório, disse uma porta-voz.

A polícia retirou as pessoas da estação e parou trens dentro e fora do local. Mais tarde, autoridades disseram que se tratava de um trote.

Uma série de bombas plantadas em trens de Madri por militantes islâmicos mataram 191 pessoas em março de 2004. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaBomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.