Evan Vucci / AP
Evan Vucci / AP

Trump aceita manter conversas adicionais com Coreia do Norte

Decisão é anunciada após inteligência sul-coreana dizer que Pyongyang reativou bases de mísseis

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de março de 2019 | 20h16

WASHINGTON - O presidente dos EUA, Donald Trump, está aberto a conversas adicionais com Pyongyang a respeito da desnuclearização da Coreia do Norte, disse nesta quinta-feira, 7, o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, apesar de relatos de que a o regime de Kim Jong-un está reativando partes de seu programa de mísseis.

Novas atividades foram detectadas em uma fábrica que produziu os primeiros mísseis balísticos norte-coreanos capazes de alcançar os EUA, relataram os jornais sul-coreanos JoongAng Ilbo e Donga Ilbo, citando parlamentares informados pelo serviço de inteligência.

Nesta semana, dois centros de estudo dos EUA e a agência de espionagem de Seul disseram que a Coreia do Norte está reconstruindo uma instalação de lançamento de foguetes, levando Trump a dizer que ficará “muito decepcionado com o presidente Kim” se isso for verdade.

Os relatos sobre as atividades norte-coreanas causaram mais dúvidas sobre o futuro do diálogo que Trump vem buscando com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, depois do fracasso da segunda cúpula entre os dois líderes, na semana passada.

“O presidente, obviamente, está aberto a conversar novamente. Veremos quando isso pode ser marcado ou como pode ser arranjado”, disse Bolton, em entrevista à Fox News. / REUTERS 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.