Manuel Balce Ceneta/AP Photo
Manuel Balce Ceneta/AP Photo

Trump acusa Facebook, Twitter e Google de favorecer os democratas

O presidente americano afirmou que o Twitter dificultou que os usuários pudessem seguir a conta oficial do presidente

O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2018 | 12h15

O presidente americano, Donald Trump, voltou a acusar, nesta terça-feira, 18, os gigantes da internet de parcialidade em favor de seus adversários democratas.

"Facebook, Twitter e Google são tão favoráveis aos democratas, é ridículo!", publicou em rede social uma semana depois do depoimento perante o Congresso do CEO do Google, Sundar Pichai, que negou vigorosamente essas acusações.

De acordo com Trump, o Twitter dificultou que os usuários pudessem seguir a conta oficial do presidente, coom ao remover "nomes". "Eles assumidamente fizeram nada", escreveu nesta manhã.

Em 2017, o presidente havia elogiado a rede social e dito que "não estaria aqui se não fosse o Twitter".

A conta de Twitter de Trump tem mais de 56 milhões de seguidores. / AFP

Mais conteúdo sobre:
Donald Trump

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.