Parwiz/REUTERS
Parwiz/REUTERS

Trump anuncia retirada total de tropas mobilizadas no Afeganistão até o Natal

Estados Unidos mantêm cerca de 10 mil soldados mobilizados no país

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2020 | 23h09

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira, 7, a retirada total das tropas americanas mobilizadas no Afeganistão até o Natal deste ano.

"Devemos ter o pequeno número dos nossos bravos homens e mulheres que servem no Afeganistão em casa até o Natal", disse o presidente no Twitter, sem oferecer mais detalhes.

No início de setembro, Trump disse que reduziria o número de soldados no Afeganistão para 4 mil em um "curto período de tempo" e que planejava diminuir ainda mais o número de efetivos no Iraque para 2 mil.

Dias antes, o chefe do Comando Central dos Estados Unidos, general Frank McKenzie, havia relatado que o contingente militar dos EUA no Afeganistão seria reduzido para 4,5 mil até novembro. Anunciou também que os EUA reduziriam as tropas no Iraque de 5,2 mil para 3 mil.

Os Estados Unidos mantêm cerca de 10 mil soldados mobilizados no Afeganistão, enquanto os taleban e o governo afegão realizam atualmente negociações de paz no Catar. Na terça-feira passada, cerca de 275 combatentes rebeldes se renderam às forças de segurança em duas áreas do norte do país.

Embora ambos os lados do conflito afirmem que as suas forças têm se mantido na defensiva durante meses, como parte dos esforços para as negociações, o nível de violência no país tem aumentado nas últimas semanas.

Ao menos 24 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas no leste e no sudeste do Afeganistão devivo a três explosões de carros-bomba. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.