Mark Abramson/The New York Times
Mark Abramson/The New York Times

Trump apresenta plano de 3 fases para reabrir a economia dos EUA; veja detalhes

Plano não será colocado em prática imediatamente e nem de uma vez; cada Estado decidirá quando recomeçar as atividades e se isso acontecerá no Estado inteiro simultaneamente ou em regiões específicas

Beatriz Bulla / Correspondente, Washington , O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2020 | 20h51

A Casa Branca apresentou nesta quinta-feira, 16, um plano para começar a relaxar as medidas de isolamento nos Estados Unidos para conter o coronavírus, com retomada parcial, e em três fases, das atividades. O plano não será colocado em prática imediatamente e nem de uma vez. Cada Estado decidirá quando recomeçar as atividades e se isso acontecerá no Estado inteiro simultaneamente ou em regiões específicas.

Para iniciar o plano de reabertura, o Estado precisa cumprir critérios estabelecidos pelo Centro de Controle de Doenças (CDC) americano e pela Força Tarefa de combate ao coronavírus da Casa Branca. O principal critério exigido é a documentação da queda sustentada de casos de coronavírus por 14 dias seguidos

Além disso, o Estado precisa mostrar que tem capacidade hospitalar mínima exigida pelo CDC e estrutura de testes suficientes para monitorar a população. Ainda não foram divulgados os detalhes para comprovar esdes dois requisitos e a existência de testes em quantidade suficientes nos Estados tem sido apontada por governadores como a mais desafiadora.

Para passar de uma fase para a próxima, o Estado ou região não pode registrar aumento no contágio. É necessário comprovar novos 14 dias de queda nos casos. Por esse critério, uma região que puder entrar na "fase 1" de reabertura hoje ainda levará ao menos um mês para começar a "fase 3", a mais parecida com o que a sociedade estava acostumada antes da pandemia.

Continuam recomendados: uso de máscara em ambientes públicos, higienização das mãos conforme instruções de médicos e especialistas e evitar contato físico com outras pessoas.

Veja abaixo as fases propostas pela Casa Branca:

Fase 1 - para Estados e regiões que cumprirem os requisitos estabelecidos, com 14 dias de queda no contágio, comprovação de capacidade hospitalar e de estrutura de testes

-Escolas continuam fechadas

-Visitas a idosos em hospitais e casas de repouso continuam proibidas

-Espaços como restaurantes podem reabrir se obedecerem regras rigorosas de distanciamento social, o que deve diminuir consideravelmente a capacidade de pessoas que podem ser atendidas na comparação com o nível pré-pandemia

-Academias de ginástica poderão reabrir se aderirem a protocolos extremos de distanciamento social e higienização

-Cirurgias eletivas poderão ser retomadas quando não exigem internação

Para população

-População vulnerável permanece em casa

-Quem sair na rua deve manter o máximo de distanciamento de outras pessoas possível

-Evitar socialização com grupos de mais de 10 pessoas

-Minimizar viagens não essenciais e aderir às orientações do CDC

Para empregadores

-Incentivo ao teletrabalho sempre que possível

-Elaborar acomodações especiais para funcionários que são do grupo vulnerável e que não possam manter teletrabalho

-Retorno ao trabalho em fases, primeiro com 20% da equipe, depois 25%, e assim sucessivamente

-Minimizar todas as viagens não essenciais

Fase 2 - para Estados e regiões que não tiverem recuo na diminuição do contágio e atingirem, pela segunda vez, os critérios estabelecidos

-Escolas e creches podem reabrir

-Visitas a idosos em hospitais e casas de repouso continuam proibidas

-Espaços como restaurantes podem reabrir se obedecerem regras moderadas de distanciamento social

-Cirurgias eletivas poderão ser retomadas nos casos de internação ou não

Para população

-População vulnerável permanece em casa

-Quem sair na rua deve manter o máximo de distanciamento de outras pessoas possível

-Evitar socialização com grupos de mais de 50 pessoas

-Viagens não essenciais podem ser retomadas

Para empregadores

-Incentivo ao teletrabalho sempre que possível

-Manter áreas comuns fechadas

-Elaborar acomodações especiais para funcionários que são do grupo vulnerável e que não possam manter teletrabalho

-Retomada de viagens não essenciais

Fase 3 - para Estados e regiões que não tiverem recuo na diminuição do contágio e atingirem, pela terceira vez, os critérios estabelecidos

Para população

-População vulnerável pode retomar interações públicas, desde que praticando distanciamento social

-População de risco baixo deve minimizar o tempo em ambientes lotados

Para empregadores

-Retomada irrestrita de trabalho presencial

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.