Jonathan Ernst/Reuters
Jonathan Ernst/Reuters

Trump chega à Arábia Saudita para fortalecer laços

Em sua primeira viagem internacional, presidente passa dois dias no país asiático e depois segue para Israel, Vaticano, Bélgica e Itália

O Estado de S.Paulo

20 Maio 2017 | 04h48

RIAD - As autoridades da Arábia Saudita visam com a visita do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reforçar as relações políticas, militares e econômicas, além de apresentar-se como um braço do líder norte-americano na região, já que o país é a principal potência local.  

Trump, que saiu dos Estados Unidos às 14h30 locais (15h30 de Brasília) da sexta-feira, chega à capital do país perto das 10h da manhã locais (4h de Brasília). Ele permanece na Arábia Saudita o sábado e o domingo. 

Depois, viajará para Israel, Vaticano, Bruxelas e Sicília, onde participará de reuniões da OTAN e do G7, respectivamente. 

Em sua primeira viagem internacional, o líder dos Estados Unidos se reúne com o rei saudita Salman bin Abdelaziz e outros importantes políticos, com quem deve fechar importantes acordos econômicos. Haverá em Riad, coincidindo com sua visita, um fórum empresarial para reforçar investimentos e o comércio bilateral. 

No domingo, Trump participa de um encontro com os países do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) - Arábia Saudita, Kuwait, Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Catar e Oman. Além disso, haverá uma conferência para fortalecer a luta contra o terorrismo e o extremismo, patrocinada por uma coalização militar islâmica anti-terrorista, criada em 2015 por iniciativa da Arábia Saudita. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.