Trump come taco mexicano e diz 'amar hispânicos' em data que celebra orgulho latino

Na comemoração do Cinco de Mayo, republicano adota estratégia controvertida para tentar se aproximar de eleitores que ele criticou anteriormente; Hillary critica iniciativa no Twitter

O Estado de S. Paulo

05 Maio 2016 | 18h37

NOVA YORK - O virtual candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, publicou nas suas redes sociais uma foto comendo tacos, comida típica mexicana, em comemoração ao Cinco de Mayo, data que celebra o orgulho latino. "Os melhores tacos são feitos na Trump Tower Grill", escreveu o magnata em sua conta no Twitter. "Eu amo os hispânicos!", completou.

O Cinco de Mayo é uma data importante para o México e principalmente para os imigrantes mexicanos que vivem nos EUA que usam o dia para celebrar o orgulho à pátria. Segundo o site Político, o taco escolhido pelo republicano custa US$ 13,50 e se chama "Taco Fiesta!".

No começo de sua campanha, Trump adotou uma retórica agressiva contra vários grupos, incluindo os imigrantes ilegais nos EUA, formados em grande parte por hispânicos. Agora, depois de seus adversários desistirem da disputa e de ter praticamente garantido a indicação do partido, ele suaviza seu discurso para se reaproximar de parte desses eleitores.

A comunidade latina tem constantemente realizado protestos contra as propostas de Trump de endurecer as leis de imigração do país. No início de abril, em Nova York, manifestantes enfrentaram o bilionário carregando "contra o ódio" pregado por ele em seus discursos de campanha.

Em resposta a postagem de Trump - que em poucas horas foi compartilhada e marcada como favorita por milhares de usuários do microblog - sua provável adversária na corrida à Casa Branca, a democrata Hillary Clinton, publicou também no Twitter um vídeo recuperando antigas falas de Trump sobre imigração nos quais ele expressa seu posicionamento de controle mais rígido de fronteiras e política de deportação. O vídeo conta com legendas em inglês e em espanhol.

Ainda pelo Twitter, Hillary disse que hoje Trump diz amar os hispânicos, mas "ontem ele disse (que) 'eles serão deportados'". "O que Trump disse que fará como presidente: deportar milhões de imigrantes", acusou a democrata.

Mais conteúdo sobre:
Donald Trump Hillary Clinton EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.