REUTERS/Denis Balibous
REUTERS/Denis Balibous

Trump convida líder palestino para visitar Casa Branca

Segundo agência, durante encontro seriam discutidos meios para retomar o processo de paz

O Estado de S.Paulo

10 de março de 2017 | 19h51

RAMALLAH - O presidente americano, Donald Trump, convidou nesta sexta-feira o líder palestino, Mahmud Abbas, a visitar "em breve" a Casa Branca, informou a agência de notícias palestina Wafa.

Durante a primeira conversa telefônica desde a posse de Trump, em 20 de janeiro, o presidente americano convidou Abbas a "vir em breve para discutir os meios de retomar o processo político [palestino-israelense]", indicou a Wafa, citando o porta-voz de Abbas.

O porta-voz Nabil Abu Rudeina explicou que Trump ressaltou seu "compromisso com um processo de paz que leve a uma paz verdadeira entre palestinos e israelenses".

Abbas disse ao presidente americano que a paz é uma "escolha estratégica" para o povo palestino, que deveria desembocar na "criação de um Estado palestino junto a Israel".

Trump recebeu o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, na Casa Branca em meados de fevereiro. Nessa ocasião, rompeu com uma política americana de décadas ao afirmar que não se sentia obrigado a apoiar a solução de dois Estados.

A criação de um Estado palestino que coexista em paz com Israel é a solução para a maior parte da comunidade internacional para resolver um dos conflitos territoriais mais antigos do mundo. Ao mesmo tempo, Trump reafirmou sua vontade de presidir um acordo entre israelenses e palestinos.

A promessa de Trump - durante sua campanha - de transferir a Embaixada dos EUA em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém e sua demora, após assumir o cargo, em conter os anúncios de colonização israelenses causaram preocupação entre os palestinos.

Além disso, a direção palestina estava preocupada por não poder estabelecer uma comunicação sólida com a nova administração, enquanto Trump já havia falado em pelo menos duas ocasiões com o primeiro-ministro israelense.

Mas Jason Greenblatt, conselheiro de Donald Trump, se reunirá com Abbas na terça-feira em Ramallah, indicou uma fonte oficial palestina que pediu anonimato

A embaixadora americana na ONU, Nikki Haley, manteve um encontro na terça-feira, pela primeira vez, com o enviado oficial palestino nas Nações Unidas, Riyad Mansur.

Os palestinos deveriam "se reunir com os israelenses para manter negociações diretas, em vez de esperar da ONU resultados que apenas possam ser obtidos entre as duas partes", destacou Haley. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.