AP Photo/Pablo Martinez Monsivais
AP Photo/Pablo Martinez Monsivais

Trump diz acreditar que Kim não testará mísseis até reunião entre líderes

Presidente americano e ditador norte-coreano marcaram encontro em maio para negociar fim do programa nuclear do país asiático

O Estado de S.Paulo

10 Março 2018 | 20h09

WASHINGTON - O presidente americano, Donald Trump, afirmou neste sábado, 10, acreditar que a Coreia do Norte confirmará sua intenção de suspender testes de mísseis. A Casa Branca informou, na quinta-feira, que Trump aceitou um convite para se encontrar com o ditador norte-coreano, Kim Jong-un, em maio.

Trump declarou em um tuíte que a Coreia do Norte não tem realizado mais testes desse tipo. "A Coreia do Norte não realiza um teste de míssil desde 28 de novembro de 2017 e prometeu não fazer isso até nossas reuniões. Eu acredito que eles honrarão esse compromisso!", escreveu Trump em sua conta no Twitter.

O presidente reclamou da cobertura da imprensa americana do caso. Segundo Trump, nas primeiras horas após a notícia de que Kim queria negociar com ele o possível fim do programa nuclear norte-coreano e dos testes de mísseis no país asiático, os jornalistas ficaram "surpresos e maravilhados". Na manhã seguinte, porém, segundo Trump, "as notícias se tornaram falsas". "Eles disseram e daí, quem se importa!", tuitou.

Mais cedo, Trump declarou no Twitter que a China está satisfeita com a busca por uma solução diplomática para o impasse entre EUA e Coreia do Norte, em vez de "optar pela alternativa ameaçadora" - e o Japão está "muito entusiasmado" sobre as futuras negociações. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.