Jim Young / Reuters
Jim Young / Reuters

Trump diz que, se eleito presidente, deportará todos os ilegais dos EUA

Em entrevista à NBC, pré-candidato republicano promete reverter medidas de Obama que proíbem expulsar jovens imigrantes ilegais que chegaram crianças, assim como os pais de cidadãos americanos

O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2015 | 19h49

WASHINGTON - O pré-candidato republicano à presidência dos EUA Donald Trump sustenta que, se for escolhido para ocupar a Casa Branca nas eleições de 2016, deportará todos os imigrantes ilegais do país, segundo entrevista divulgada ontem pela rede NBC.

Trump deixou claro que rescindirá as ordens executivas do presidente democrata Barack Obama que impedem a expulsão tanto dos jovens imigrantes ilegais que chegaram as EUA crianças como os pais de cidadãos americanos ou de filhos com status legal.

“Manteremos as famílias unidas, mas eles têm de ir embora”, disse o magnata em entrevista gravada a bordo de seu avião privado durante visita à Feira de Iowa, um evento no qual candidatos republicanos e democratas buscaram apoio eleitoral.

“Temos de que criar novos padrões” para os imigrantes que chegam aos Estados Unidos, onde, se calcula, vivem mais de 11 milhões de imigrantes ilegais.

O milionário não deixou de provocar uma polêmica com seus comentários sobre imigração desde que em 16 de junho anunciou sua candidatura à indicação do Partido Republicano para as eleições presidenciais de 2016. Na ocasião, Trump disse que “quando o México envia (aos EUA) sua gente, não envia os melhores. Envia as pessoas que têm muitos problemas, que trazem drogas, crimes, são violadores”.

As declarações provocaram críticas de ativistas da comunidade hispânica (cujo eleitorado é fundamental para ganhar as eleições), de famosos, como as atrizes Roselyn Sánchez e América Ferrera, e até mesmo de políticos republicanos, como seu rival nas primárias do partido Jeb Bush, casado com uma mexicana.

Apesar de suas frequentes investidas contra os imigrantes, Trump lidera com folga as enquetes dos pré-candidatos presidenciais republicanos. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
TrumpEUAimigranteselegaisdeportação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.