AP Photo/Evan Vucci
AP Photo/Evan Vucci

Trump diz que ataque em Las Vegas foi 'ato de pura maldade'

Em pronunciamento sobre ato que deixou ao menos 59 mortos e mais de 500 feridos, presidente exalta valores e laços que unem os americanos; ele não fez menção ao autor do ataque ou ao fato de o Estado Islâmico ter reivindicado autoria da ação

Cláudia Trevisan, Correspondente / Washington, O Estado de S.Paulo

02 Outubro 2017 | 12h13
Atualizado 02 Outubro 2017 | 21h27

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, qualificou como "ato de pura maldade" o ataque a tiros que provocou a morte de ao menos 59 pessoas e deixou mais de 500 feridos em Las Vegas na noite de domingo, 1º (madrugada desta segunda-feira, em Brasília).

+ BLOG. Maior ato de violência do governo Trump não veio de cidadãos de países muçulmanos

Em uma mensagem sóbria, ele exaltou os valores e laços que unem os americanos e anunciou que irá ao Estado de Nevada na quarta-feira. Trump agradeceu à polícia de Las Vegas e os que responderam ao ataque. "A velocidade com que eles agiram é miraculosa e preveniu uma maior perda de vidas", afirmou o presidente em pronunciamento à nação.

O presidente não fez qualquer menção à investigação ou ao suspeito e dedicou a maior parte de sua fala às famílias das vítimas. Ele também não comentou o fato de o grupo terrorista Estado Islâmico ter reivindicado, momentos antes, a autoria do ataque.

"Não podemos imaginar sua perda", disse. "Nós estamos rezando por vocês e estamos aqui para vocês e pedimos para Deus ajudá-los a atravessar esse período sombrio."

Os 10 piores ataques de atiradores nos Estados Unidos

“Nossa unidade não pode ser despedaçada pelo mau, nossos laços não podem ser rompidos pela violência e apesar de nós sentirmos raiva tão grande diante de assassinato sem sentido de nossos cidadãos, é o amor que nos define hoje", acrescentou. 

A reação de Trump foi comedida quando comparada a seus comentários quase imediatos a ataques ocorridos em outros países. Seu primeiro comentário veio no Twitter, às 7h11. “Minhas condolências e simpatias às vítimas e famílias do terrível tiroteio em Las Vegas. Deus os abençoe!”, escreveu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.