REUTERS/KCNA handout via Reuters/File Photo & REUTERS/Lucas Jackson
REUTERS/KCNA handout via Reuters/File Photo & REUTERS/Lucas Jackson

Trump diz que seu botão nuclear é maior que o de Kim Jong-un

Em mensagem publicada em sua conta no Twitter, presidente americano ironiza declaração de líder norte-coreano, que usou seu discurso de ano-novo para afirmar que tinha arsenal nuclear pronto para ser utilizado

O Estado de S.Paulo

03 Janeiro 2018 | 00h07

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou sua conta no Twitter para advertir o líder norte-coreano, Kim Jong-un, de que também tem um botão nuclear pronto para ser utilizado. Na mensagem, Trump disse que o seu dispositivo é "maior e mais poderoso" que o de Pyongyang.

Seul usa Olimpíada para se aproximar da Coreia do Norte  

"O líder norte-coreano Kim Jong-un disse que o 'botão nuclear está sempre em sua mesa'. Alguém deste debilitado e famélico regime pode por favor informá-lo que eu também tenho um botão nuclear, que é maior e mais poderoso que o dele. E o meu botão funciona", tuitou Trump.

Na segunda-feira, em seu discurso de ano-novo, o líder norte-coreano afirmou que poderia participar dos Jogos Olímpicos de Inverno, na Coreia do Sul, em fevereiro, e sugeriu que delegações se reúnam em breve para tratar do assunto - Seul sugeriu, nesta terça, um encontro no dia 9.

No mesmo discurso, Kim reafirmou que dispõe de um arsenal nuclear e não descartou o seu uso caso seu país seja ameaçado.

Secretário-geral da ONU alerta para risco nuclear

Washington rechaça a perspectiva de negociações entre as duas Coreias e ressalta que jamais aceitará uma Coreia do Norte com capacidades nucleares. 

Os Estados Unidos "não levarão a sério qualquer reunião (entre Seul e Pyongyang) que não preveja a total proibição de armas nucleares na Coreia do Norte", declarou a embaixadora de Washington na ONU, Nikki Haley. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.