Washington Post photo by Jabin Botsford
Washington Post photo by Jabin Botsford

Trump elogia 'transparência' de seu filho após a divulgação de e-mails polêmicos 

Trump Jr. publicou os e-mails após o jornal The New York Times divulgar que também os tinha e os revelaria

O Estado de S.Paulo

11 Julho 2017 | 16h56

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elogiou nesta terça-feira, 11, a "transparência" de seu filho mais velho, Donald Trump Jr. após a publicação de e-mails que revelaram que ele buscou receber informação para prejudicar Hillary Clinton, apresentada como um apoio direto de Moscou à campanha do magnata. 

"Meu filho é uma pessoa de altos atributos e aplaudo sua transparência", afirmou Trump em um comunicado lido pela porta-voz adjunta da Casa Branca, Sarah Sanders, aos jornalistas, sem dar mais detalhes. 

Donald Trump Jr. divulgou hoje, em sua conta no Twitter, esses e-mails com o objetivo de ser, em suas palavras, "totalmente transparente" sobre como e por quê participou do encontro com a advogada russa Natalia Veselnitskaya, no dia 9 de junho de 2016, na Trump Tower em Manhattan. A história foi revelada no fim de semana pelo jornal The New York Times. 

Trump Jr. publicou os e-mails após o jornal divulgar que também os tinha e os revelaria, uma prova de que ele procurou ter acesso a informação sobre o que disse ser expressamente uma "ajuda" do governo russo para prejudicar a democrata, rival de seu pai na disputa pela Casa Branca. "Não tenho mais nada a dizer", afirmou Sarah diante das insistentes perguntas dos jornalistas. Segundo ela, tudo o que for relativo aos e-mails do filho do presidente deverá ser direcionado a seu advogado./ EFE 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.