Trump está preocupado após Wajngarten testar positivo para coronavírus, diz TV

Trump está preocupado após Wajngarten testar positivo para coronavírus, diz TV

Fonte ouvida pela rede americana CNN confirmou que presidente dos Estados Unidos está preocupado em entrar em contato com infectados e já evita cumprimentar pessoas com apertos de mão

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de março de 2020 | 11h08

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está preocupado em entrar em contato com pessoas que foram infectados pelo coronavírus e já não cumprimenta ninguém com apertos de mão. Segundo uma fonte ouvida pela rede de TV americana CNN, Trump adotou uma nova postura quanto ao risco de infecção após ser informado que o secretário de comunicação brasileiro, Fábio Wajngarten, que esteve em contato com ele em Miami, testou positivo.

A informação aponta um recuo na postura de Trump quanto ao coronavírus. Logo após autoridades brasileiras comunicarem que Wajngarten testou positivo para a doença, Trump declarou não estar preocupado e disse não saber se o 'assessor de imprensa' estava presente.

Apesar das medidas adotadas pelo presidente americano, a Casa Branca permanece insistindo que não há razão para submeter Trump a algum exame ou para isolá-lo. Contudo, outras autoridades americanas que estiveram com a comitiva brasileira, incluindo dois senadores republicanos, estão em quarentena.

Nesta quinta-feira, 12, como antecipou Estado, o teste para o coronavírus de Wajngarten deu positivo. O resultado colocou Bolsonaro, ministros e outros integrantes da comitiva que viajaram aos Estados Unidos em monitoramento. O presidente e a primeira-dama Michelle Bolsonaro já fizeram exames e aguardam o resultado. A divulgação é esperada para esta sexta-feira, dia 13.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.