EFE/Olivier Douliery
EFE/Olivier Douliery

Trump estuda mudar embaixada dos EUA para Jerusalém, diz vice

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está "considerando seriamente" a mudança da embaixada americana de Tel-Aviv para Jerusalém, disse nesta terça-feira o vice-presidente Mike Pence. A declaração foi feita na véspera da visita à Casa Branca do presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas.

Estadao Conteudo

02 Maio 2017 | 20h58

Trump também está "pessoalmente comprometido" em se tornar o presidente dos EUA que finalmente encerrará o prolongado conflito entre israelenses e palestinos, disse Pence.

A mudança na embaixada dos EUA em Jerusalém é uma questão politicamente motivada, já que isso enfureceria palestinos que querem Jerusalém Oriental, ocupada em 1967, como capital de seu futuro Estado soberano. Essa medida distanciaria os EUA da maioria da comunidade internacional, até mesmo de seus aliados mais próximos na Europa Ocidental e no mundo árabe.

Trump disse na campanha que faria a mudança, caso fosse eleito. A Casa Branca confirma que a ideia ainda está sob consideração. Pence afirmou ainda que, embora compromissos tenham de ser feitos, Trump "nunca comprometerá a segurança do Estado judaico de Israel - nem agora, nem nunca".

Trump e Abbas devem discutir nesta quarta-feira as opções para a paz entre israelenses e palestinos. O presidente americano rompeu em fevereiro uma duradoura política dos EUA de apoiar uma Palestina independente, ao dizer que poderia apoiar uma solução de um Estado para o conflito. / AP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.