Doug Mills/The New York Times
Doug Mills/The New York Times

Trump não visitará zona desmilitarizada entre Coreias durante viagem à Ásia

Presidente norte-americano fica de 3 a 14 de novembro na Ásia e tentará aumentar a pressão sobre o governo norte-coreano; abertura de novos mercados também está na pauta

O Estado de S.Paulo

31 Outubro 2017 | 16h13

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não irá visitar a zona desmilitarizada (DMZ, na sigla em inglês) na fronteira entre a Coreia do Norte e Coreia do Sul durante sua viagem à Ásia, afirmou uma autoridade graduada de seu governo nesta terça-feira, 31.

“O presidente não irá visitar a DMZ. Não há tempo suficiente”, disse a autoridade a repórteres. Trump ficará de 3 a 14 de novembro. 

+China espera que Japão contribua para alcançar a paz e a estabilidade na região após vitória de Abe

A Coreia do Norte estará no centro da primeira visita que o presidente Donald Trump fará à Ásia, no início no próximo mês. No Japão e na Coreia do Sul, ele reafirmará o compromisso dos EUA com a defesa de seus dois principais aliados na região. Na China, ele pedirá que o governo de Xi Jinping aumente a pressão para que Pyongyang abandone seu programa nuclear.

Trump também irá ao Vietnã, onde participará de reunião da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec), e às Filipinas, para a cúpula da Associação das Nações do Sudeste da Ásia (Asean). / AFP e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.