Stephen Shugerman / AFP
Stephen Shugerman / AFP

Trump nomeará designer de bolsas como embaixadora para África do Sul

Lana Marks, uma designer de bolsas de luxo, deverá ocupar posto vago há quase dois anos, quando o último embaixador partiu ainda durante o governo Obama

O Estado de S.Paulo

15 Novembro 2018 | 18h00

JOHANESBURGO - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pretende nomear a designer de bolsas de luxo Lana Marks como sua nova embaixadora sul-africana, informou a Casa Branca, quase dois anos depois de o último embaixador partir ainda durante o governo Barack Obama.

A indicação chega em um momento de desgaste nas relações bilaterais, já que em agosto Trump publicou um tuíte no qual pedia para seu secretário de Estado estudar “apropriações de terras e fazendas” na África do Sul.

A África do Sul acusou Trump de atiçar divisões raciais com os comentários, que classificou de “mal informados”.

Políticos africanos também rotularam Trump de racista em janeiro, após ser noticiado que ele teria descrito alguns imigrantes da África e do Haiti como oriundos de países “de merda”.

O presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, disse a repórteres neste mês que se encontrou com o par americano depois dos tuítes sobre “apropriações de fazendas”, mas que conversaram principalmente sobre golfe.

Ramaphosa disse diversas vezes que os planos para acelerar o ritmo de uma reforma agrária para tratar das disparidades raciais na posse de terras caminharão após um processo parlamentar e as “tomadas de terra” não serão toleradas.

Os EUA não têm um embaixador na África do Sul desde que Patrick Gaspard deixou o cargo em dezembro de 2016 e sua missão ficou nas mãos de um encarregado de negócios. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.