REUTERS/Carlos Barria
REUTERS/Carlos Barria

Trump preside reunião do Conselho de Segurança da ONU e repete ataques contra o Irã

Presidente americano afirmou que um Estado como o iraniano ‘nunca deve ser autorizado a obter’ uma arma nuclear

O Estado de S.Paulo

26 Setembro 2018 | 15h21

NOVA YORK - O presidente americano, Donald Trump, presidiu uma reunião do Conselho de Segurança da ONU pela primeira vez nesta quarta-feira, 26. Sentado ao centro, o chefe de Estado americano não hesitou ao criticar o Irã, dizendo que um governo com o histórico do país "nunca deve ser autorizado a obter" uma arma nuclear.

Ao mesmo tempo, agradeceu ao próprio Irã, Rússia e Síria por retardarem seu ataque à província síria de Idlib. Na semana passada, Rússia e Turquia alcançaram um acordo para evitar uma ofensiva contra a região, a última grande fortaleza controlada pelos rebeldes no país.

Trump também criticou a China e afirmou que Pequim está interferindo nas eleições de meio de mandato americanas por se opor à política comercial de Washington. O presidente americano não deu detalhes sobre sua alegação.

Antes da reunião do Conselho, Trump se encontrou com o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, e disse que enquanto os EUA apoiarem Israel, devem receber algo em troca. Segundo Trump, "acordos têm que ser bons para ambas as partes".

Na semana passada, oito países da União Europeia pediram a Israel que reconsiderasse a demolição de uma comunidade palestina na Cisjordânia e disseram que não desistirão da solução negociada de dois Estados, com Jerusalém sendo a capital tanto de Israel como de um novo Estado Palestino. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.