REUTERS/Lucas Jackson
REUTERS/Lucas Jackson

Trump promete 'lealdade' ao Partido Republicano

Pré-candidato assina termo que, teoricamente, o impediria de sair em uma chapa independente na disputa pela Casa Branca

O Estado de S. Paulo

03 Setembro 2015 | 16h18

WASHINGTON - O polêmico pré-candidato à vaga da oposição na disputa pela Casa Branca em 2016 Donald Trump assinou nesta quinta-feira, 3, um termo de lealdade para respaldar quem quer que seja o candidato do Partido Republicano nas eleições presidenciais.

Assim, teoricamente, o magnata se compromete a não sair candidato por uma chapa independente. "Não vejo nenhuma circunstância sob a qual gostaria de rasgar essa promessa (com o Partido Republicano)", declarou Trump à jornalista Kelly O'Donnell, da NBC News. 

No primeiro debate entre os pré-candidatos da legenda o magnata se negou a prometer apoio ao nome que vencer as primárias do partido. Por isso, os demais postulantes passaram a insistir na necessidade desse compromisso por parte do pré-candidato, que tem dominado os holofotes com suas declarações racistas e polêmicas, qualificando imigrantes mexicanos de "ladrões" e "estrupradores". 

"O Comitê Nacional Republicano tem de encurralar Trump para que tome uma decisão", afirmou hoje, mais cedo, Doug Watts, porta-voz do cirurgião Ben Carson, um dos 17 pré-candidatos republicanos. / AP

Mais conteúdo sobre:
Eleições nos EUA Donald Trump

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.