AP Photo/Evan Vucci
AP Photo/Evan Vucci

Trump quer impedir a entrada de imigrantes que não possam pagar seguro médico

De acordo com o presidente, os imigrantes não podem representar mais um custo ao sistema de saúde e ao contribuinte americano

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de outubro de 2019 | 04h27

WASHINGTON - Os Estados Unidos vão impedir a entrada de imigrantes sem seguro médico ou incapazes de pagar seus gastos com saúde. Isso é o que mostra um documento assinado pelo presidente Donald Trump, publicado nesta sexta-feira, 4.

De acordo com o documento, os consulados americanos passariam a só conceder vistos aos imigrantes que possam comprovar que "não vão impor uma carga substancial" ao sistema de saúde dos Estados Unidos.

"Os imigrantes legais têm três vezes mais chances de precisar do seguro médico que os cidadãos americanos", afirmou Trump no anúncio presidencial.

"Os imigrantes que entram no país não devem representar mais um custo ao nosso sistema de saúde e nem ao contribuinte americano", completou.

A medida entrará em vigor no dia 3 de novembro. 

O rigor com a política imigratória foi uma das plataformas da campanha presidencial de Trump em 2016. Desde sua eleição, a Casa Branca vem impondo reformas na legislação migratória. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.