Evan Agostini/Invision/AP
Evan Agostini/Invision/AP

Trump recebe Kim Kardashian na Casa Branca para falar sobre justiça carcerária

Modelo pediu ao presidente americano um indulto para uma mulher de 63 anos condenada à prisão perpétua por um crime relacionado a drogas

O Estado de S.Paulo

31 Maio 2018 | 10h30

WASHINGTON - O presidente dos EUA, Donald Trump, recebeu na quarta-feira a estrela de "reality shows" Kim Kardashian no Salão Oval da Casa Branca para falar sobre justiça carcerária.

+ Trump defende perdão a ex-xerife e critica Obama e Clinton 

+ Três anos depois, Ohio realizará 1ª execução desde injeção defeituosa

Trump publicou em sua conta no Twitter uma foto da visita dela, com quem teve "uma grande reunião". "Falamos sobre reforma carcerária e condenações", afirmou o presidente.

+ Chelsea Manning agradece Obama em primeira entrevista após ser solta

+ Trump chama Chelsea Manning de 'traidora ingrata'

Na reunião, Kim Kardashian pediu a Trump um indulto para uma mulher de 63 anos condenada à prisão perpétua por um crime relacionado a drogas, uma causa com a qual a modelo se envolveu nos últimos meses.

A imprensa havia informado antes da visita que ela também pretendia se reunir com o genro e assessor de Trump, Jared Kushner, com quem já falou várias vezes sobre o caso.

A mulher em questão, Alice Marie Johnson, foi condenada há mais de 20 anos por crimes relacionados a drogas e lavagem de dinheiro.

O ex-presidente Barack Obama, que comutou as penas de 1.715 detentos durante seus oito anos na Casa Branca, em sua maioria por crimes relacionados a drogas, rejeitou o indulto a Alice Marie.

"Esteve na prisão 21 anos e morrerá ali, a não ser que Trump a indulte", afirma um pedido feito na internet que já conta com mais de 265 mil assinaturas. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.