Nicholas Kamm / AFP
Nicholas Kamm / AFP

Trump vai endurecer condições para conceder refúgio a imigrantes ilegais

Presidente vai proibir a solicitação de pessoas que tenham entrado ilegalmente no país através da fronteira com o México

O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2018 | 21h55

O governo do presidente americano, Donald Trump, vai restringir fortemente as condições para se pedir refúgio nos Estados Unidos, proibindo a solicitação de pessoas que tenham entrado ilegalmente no país através da fronteira com o México. 

"Nosso sistema de refúgio está sobrecarregado com excessivos pedidos injustificados de estrangeiros, que representam uma tremenda carga para nossos recursos", destacou o Departamento de Segurança Nacional (DHS).

Concretamente, os imigrantes que não entrarem nos Estados Unidos por um ponto autorizado não terão mais direito a pedir refúgio. 

Este novo regulamento foi publicado pelo DHS e espera-se que o decreto seja assinado em breve por Trump.

Segundo a nova diretriz, Trump poderá restringir a imigração ilegal "caso considere que isso está em consonância com o interesse nacional". 

Trump tem qualificado de "invasão" a caravana de migrantes centro-americanos que se aproxima dos Estados Unidos pelo México e durante a campanha para as eleições de meio de mandato ameaçou fechar a fronteira sul e enviou milhares de militares para protegê-la. 

A organização de defesa dos direitos humanos ACLU declarou que o direito de asilo deve ser concedido a qualquer pessoa que entre no país, sem importar como. 

"A Lei americana permite especificamente aos indivíduos que peçam refúgio sem importar se estão ou não no ponto de entrada e é ilegal modificar isto mediante uma agência ou um decreto presidencial", destacou a ACLU. / AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.