Trump vence primárias em 3 Estados; Hillary ganha em Mississippi, mas perde em Michigan

Trump vence primárias em 3 Estados; Hillary ganha em Mississippi, mas perde em Michigan

Senador Ted Cruz obteve a maioria dos votos em Idaho. Vitória acirrada de Bernie Sanders demonstra que a escolha do candidato democrata será uma batalha prolongada

O Estado de S. Paulo

09 de março de 2016 | 08h28

DETROIT - O principal pré-candidato republicano à Presidência dos EUA, Donald Trump, conquistou vitórias nas primárias de Michigan e Mississippi na terça-feira, apesar de uma semana de ataques duros do establishment do partido, e ampliou sua vantagem na corrida pela nomeação da legenda para concorrer à Casa Branca.

Entre os democratas, Bernie Sanders surpreendeu a favorita Hillary Clinton em uma disputa primária acirrada em Michigan, dando novo fôlego a sua campanha. Hillary ganhou em Mississippi, mas a vitória de Sanders é vista como possível garantia de uma luta prolongada na escolha do candidato para a eleição geral.

A vitória convincente de Trump em Michigan restaurou sua campanha e aumentou a pressão sobre as forças anti-Trump do partido para encontrarem uma maneira de impedir que o empresário siga para a candidatura.

O magnata de 69 anos obteve vitórias em Michigan e Mississippi com apelo entre uma ampla gama de eleitos. Ganhou os votos dos evangélicos, republicanos, independentes, aqueles que querem uma novidade e aqueles que alegaram estar insatisfeitos com a atual gestão do governo federal, de acordo com pesquisas.

Durante entrevista coletiva, Trump disse que estava atraindo novos eleitores para o Partido Republicano e que as figuras do establishment do partido que resistem à sua campanha devem guardar dinheiro e foco para derrotar os democratas em novembro.

"Espero que os republicanos abracem isto", disse Trump sobre sua campanha. "Temos algo acontecendo que é tão bom que deveríamos nos agarrar e o unificar o partido".

Havaí. Trump também ganhou os caucus (assembleias populares) republicanos do Havaí, garantindo sua terceira vitória. O bilionário conseguiu 42,4% dos votos, com uma ampla vantagem em relação ao segundo, o senador pelo Texas Ted Cruz, que obteve 32,7%, informaram os meios de comunicação locais.

O terceiro colocado foi o senador pela Flórida Marco Rubio, com 13,1%, seguido pelo governador de Ohio, John Kasich, com 10,6%.

No Havaí, Estado de tendência democrata, os conservadores disputam 19 delegados que devem ajudar os aspirantes a somar os 1.237 delegados necessários para obter a candidatura presidencial.

Idaho. Cruz venceu as primárias de Idaho, superando Trump, que ficou em segundo lugar, de acordo com as projeções dos principais meios de comunicação americanos. O senador obteve a maioria dos 32 delegados em disputa no Estado, e já venceu em 7 dos 23 estados que estiveram em jogo até agora no processo de primárias.

Os eleitores de Idaho, que conta com uma grande comunidade mórmon, responderam ao chamado do candidato republicano em 2012, o também mórmon Mitt Romney, que na semana passada fez um duro ataque a Trump por considerá-lo um "farsante", que levaria o país "ao abismo". /REUTERS e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.