Truque remonta à era Stalin

A manipulação de imagens era prática comum durante o regime do ditador russo Josef Stalin (1922-1953). Com a ajuda de retoques e montagens, desapareceram de fotos oficiais e arquivos históricos as imagens dos inimigos do regime.Ex-camaradas que se voltavam contra o ditador tinham as imagens imediatamente apagadas por especialistas - num esforço para alterar a história da revolução russa.Um dos casos mais conhecidos da máquina de propaganda stalinista foi quando o governo decidiu apagar os rivais Leon Trotski e Lev Kamenev de uma foto na qual Stalin aparece discursando diante do Teatro Bolshoi, em 1920.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.