TSE adia pela segunda vez julgamento da verticalização

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) voltou a adiar nesta terça-feira o resultado do julgamento da verticalização da propaganda eleitoral de rádio e televisão na campanha eleitoral gratuita.

REUTERS

10 de agosto de 2010 | 23h58

A assessoria de imprensa do TSE informou à Reuters que, desta vez, foi o ministro José Antônio Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF) --ministro substituto no TSE-- quem pediu vista do processo, e que não havia sido definida a data para um novo julgamento.

Na terça-feira da semana passada, a vista do processo havia sido solicitada pelo ministro Marcelo Ribeiro.

No fim de junho, a maioria dos ministros do TSE havia manifestado que os candidatos a presidente não poderiam aparecer em programas locais se as chapas estaduais incluíssem partidos que, no plano nacional, estivessem em outra coligação.

O início da propaganda eleitoral gratuita em rádio e televisão está marcada para o dia 17 de agosto.

Tudo o que sabemos sobre:
ELEICOESTSEVERTICALIZACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.