Tsunami atinge Ilhas Salomão e mata ao menos 13

Um tsunami atingiu a costa oeste das Ilhas Salomão, no Oceano Pacífico, nesta segunda-feira, 2 (hora local), depois de um maremoto que chegou a 8 graus na escala Richter e matou ao menos 13 pessoas. O governador da província mais atingida, Alex Lokopio, disse à BBC que pelo menos 13 pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas.O número de vítimas, no entanto, ainda pode mudar porque algumas áreas atingidas são remotas.O diretor do Conselho Nacional para Desastres das Ilhas disse a jornalistas que alguns vilarejos foram "completamente destruídos".´Parede de água´Segundo o Centro de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos, o terremoto ocorreu às 7h40 desta segunda-feira (hora local, 17h40 do domingo em Brasília), a 345 quilômetros da capital das Ilhas Salomão, Honiara, e a 10 quilômetros de profundidade.Em Gizo, cidade com 7 mil habitantes a 45 quilômetros do epicentro do tremor, a maioria das casas e dos edifícios desabou."Todas as casas perto do mar desabaram por causa de uma parede de água", disse a moradora Judith Kennedy à agência de notícias Associated Press. "A cidade inteira ainda está tremendo."Há informações de que um hospital local teria sido alagado.Outros paísesO Centro de Alertas de Tsunamis do Pacífico emitiu um aviso para Papua Nova Guiné, o nordeste da Austrália, Fiji e outras ilhas da região.Houve pânico em Papua Nova Guiné, onde as pessoas correram para lugares altos para fugir das águas que começaram a subir.Em Nova Gales do Sul, na Austrália, autoridades disseram que o litoral corre o risco de ser atingido por fortes ondas e até inundações, dentro das próximas horas.Várias praias ao redor de Sydney foram interditadas, e escolas foram fechadas, como medida de precaução.Especialistas no Japão e no Havaí também estão monitorando a situação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.